Momentos de Reflexão

Translate this Page
ONLINE
3


 

 


Momentos de Reflexão

 

             Scraps

 

1

 


 

 

Há momentos na vida em que precisamos parar refletir e orar. Alimente seu interior com paz e determinações na vida. Medite na hora em que voce sentir vontade, converse com Deus, natureza, sol....com suas palavras. Tudo que tiveres de fazer, faça do seu modo. Desperte sua auto estima e confiança, determinando as ações da sua vida. Respeite suas intuições ... Voce merece!

 


 

Pedindo forças a Deus
Eu sou filha(o) de Deus e sei que Ele habita em mim.
A partir de agora, todas as lembranças más do passado,
estão sendo apagadas e fortalecida as minhas experiências
positivas de vida. Me sinto em plena harmonia
com Deus, e a alegria e paz inundam meu ser.
Nada mais tenho a temer e sigo livre com muita saúde, riqueza e sucesso. Amém

 


 

 

Dando a volta por cima

 

Havia tristeza nos olhos de Eva. Ela adentrou a casa da amiga e chorou, sentada na cozinha.
Entre um gole de chá e lágrimas, contou que seu filho David havia telefonado naquela manhã.
Era véspera do Ano Novo. Eva e o marido estavam programados, como todos os anos, para visitar no dia 10 de janeiro, o filho e a nora.
Mas o telefonema fora para pedir justamente que eles não fossem.
David e a esposa diziam precisar descansar, se recuperar do período de festas e pediam para não serem visitados. Precisavam respirar.
Eva não se conformava:
Que história era aquela de que precisavam se recuperar para receber pai e mãe? Respirar? Isso queria dizer que ela e o marido eram um estorvo, um incômodo quando visitavam o filho?
E o que aborrecia ainda mais era pensar no seu marido. Ele desligara o telefone, e fora para seu quarto sem dizer palavra. Estava arrasado.
A amiga a ouviu. Serviu mais um chá e aconselhou: Amanhã, quando você telefonar para ele, diga que você ficou decepcionada e triste.
Eva se espantou: Quem disse que eu vou ligar? Ele se quiser que telefone. Sabe o número do nosso telefone.
Havia doçura na voz da amiga. Também ponderação e carinho quando voltou a aconselhar:
Eva, você não vai deixar de amar o seu filho porque ele a magoou. Você é mãe.
E, além do que, pense que nenhuma de nós está ficando mais jovem. Não percebe como o tempo escorrega por nossas mãos?
Que importa de quem é a vez ou o dever de telefonar? Se fôssemos viver 400 anos, talvez nos pudéssemos dar ao luxo de esperar que o outro telefone. Mas, do jeito que as coisas são...
Eva foi se acalmando. E, por fim, concordou em que o melhor era dar a volta por cima.
Além do que, finalizou, eu não suportaria não falar com meu David no Ano Novo.
E um grande abraço selou uma vez mais a amizade das duas almas.
* * *
Seria muito saudável se, ante crises familiares, pudéssemos contar com pessoas assim amigas. Pessoas que nos recordassem que a vida é breve, que tudo passa.
Passa a alegria, passam as tristezas.
Seria bom ter amigos que nos lembrassem que a vida é muito curta para se desperdiçar em mágoas e picuinhas.
Hoje se está aqui, amanhã podemos não nos encontrar mais. E o que fica, com o vazio da ausência, é um grande remorso que corrói e destrói.
Por que não pedi desculpas? Por que não perdoei? Por quê...?
Não percamos as horas de ser felizes porque alguém foi infeliz em uma frase. Ou indelicado em suas expressões.
Ou ingrato, ou mau.
Sejamos sempre aquele que perdoa, acolhe, abraça. Com essa atitude, com certeza, quebraremos resistências, criaremos clima de harmonia e seremos felizes.
Porque ser feliz é ter consciência de que não demos causa a distanciamentos familiares, nem colocamos nuvens escuras nos relacionamentos.
Ser feliz é viver cada dia, todos os dias, semeando afeições, entendimento, estreitando laços.
Pensemos nisso.

 


 

 

Problemas?

 

Esta é a história de um homem que contratou um carpinteiro para ajudar a arrumar algumas coisas em sua fazenda. O primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil. O pneu do seu carro furou. A serra elétrica quebrou. Cortou o dedo. E, ao final do dia, o seu carro não funcionou. O homem que contratou o carpinteiro ofereceu-lhe uma carona para casa. Durante o trajeto do trabalho para casa, o carpinteiro nada falou. Quando chegaram em sua casa, o carpinteiro convidou o homem para entrar e conhecer a sua família. Quando os dois homens estavam se encaminhando para a porta da frente, o carpinteiro parou junto a uma pequena árvore e gentilmente tocou as pontas dos galhos com as duas mãos. Depois de abrir a porta da sua casa, o carpinteiro transformou-se. Os traços tensos de seu rosto transformaram-se num grande sorriso e ele abraçou seus filhos e beijou sua esposa. Um pouco mais tarde, depois de uma longa prosa e muitas risadas, o carpinteiro acompanhou sua visita até o carro.

 

Assim que eles passaram pela árvore, o homem perguntou:

 

- Por que você tocou na árvore antes de entrar em casa?

 

- Ah ! esta é a minha “Árvore de Problemas” respondeu o carpinteiro. Eu sei que não posso evitar ter problemas no meu trabalho mas estes problemas não devem chegar até os meus filhos e minha esposa. Então, toda noite eu deixo meus problemas nesta árvore antes que entrar em casa e os pego no dia seguinte. E você quer saber de uma coisa? Toda manhã quando passo pela árvore para retirar meus problemas do dia anterior, eles não são nem metade do que me lembro ter deixado.

 

Faça você o mesmo que o carpinteiro. Não deixe os problemas do trabalho entrarem na sua casa. Abrace seus filhos, beije sua esposa (seu marido) e procure deixar todos os problemas na “árvore” antes de entrar e você verá que, no dia seguinte eles serão bem menores do que aparentavam ser no dia anterior.

 


 

Não alimente o sofrimento

 

Não criem sofrimento! Reajam ao temor, ao medo. Evitem se fazer negativos diante da proposta de vida menos gratificante. Não se estressem. Reconheçam a impermanência de suas emoções e até de seus sentimentos. Adeqüem-se a Lei da Evolução que é mutante. Façam da flexidez companheira de vida. Sejam solidárias consigo, com suas carências e tolerantes com suas emoções, não esquecendo que há sempre outras oportunidades e um Novo Amanhã.

 

Reflitam. Repensem. Realinhem seus valores, desvalores e surpresas. Reconhecerão a inutilidade de medos e temores que os ameaçarão tanto quanto admitirem. Verão que tudo é resultante do desequilíbrio de sua mente doentia que admite culpas e responsabilidades que realmente não existem. A verdade é que cada um é um Ser livre e individual que se ajusta para resgatar e crescer rumo ao aperfeiçoamento do Homem que é. A luta é brava e constante. Terão que se fazer o avalista e o crítico de suas ações, se quiserem se fazer uma pilastra de sustentação neste momento de purificação da Humanidade em transição, para que o Novo Milênio seja realmente de PAZ e SOLIDARIEDADE CRISTÃ.

 

PENSAMENTO

 

Quando o sofrimento te buscar, abraça-o. Ele é disciplinador da vida. Mas não o cries desnecessariamente, para não te fazeres carente.