Dicas de Segurança no Trânsito

Translate this Page
ONLINE
2


 

 


Dicas de Segurança no Trânsito


 

O pedestre no trânsito.

Algumas dicas para sua segurança:

  • Nas estradas, andar sempre em sentido contrário ao dos veículos e em fila única, utilizando obrigatoriamente o acostamento onde existir.
  • Nas vias urbanas, andar sempre à esquerda da rua; e em fila única e em sentido contrário ao dos veículos, onde não houver calçadas ou faixas privativas destinadas ao pedestre.
  • Não cruzar a pista de viadutos, pontes ou túneis, exceto onde exista sinalização permitindo a travessia.
  • Ao descer do ônibus, aguardar no passeio a saída do veículo.
  • Cruzar a via pública somente na faixa própria, obedecendo à sinalização. Quando não houver a faixa, atravessar perpendicularmente às calçadas e na área de seu prolongamento.
  • Não andar fora da faixa de pedestre nos lugares onde ela existir.
  • Não utilizar vias em agrupamento capazes de perturbar o trânsito, ou para a prática de atividades de lazer, esportes, desfiles e similares, sem a devida autorização.
  • Obedecer e respeitar à sinalização de trânsito. Ela existe para a segurança de todos.
  • Recorrer sempre ao guarda de trânsito em caso de necessidade.

Risco do celular no trânsito.

Ao volante, toda a atenção tem que estar na direção.

Estudos realizados comprovaram que os reflexos de um motorista falando ao celular se equiparam aos de uma pessoa alcoolizada:

  • não olha o retrovisor;
  • ziguezagueia;
  • reduz a velocidade;
  • avança o sinal.
  • Durante chamadas breves, o risco de ocorrer uma colisão é quadruplicado.
  • O tempo de resposta do reflexo é triplicado.

Saia da rodovia ou via urbana, sempre que precisar falar ao celular

Algumas recomendações para os motoristas:

  • Evite conversar no celular mesmo em caso de congestionamento ou sob mau tempo.
  • No tráfego pesado, deixe que as mensagens sejam gravadas na caixa postal.
  • Se for extremamente necessário ligar, peça ao acompanhante para fazer a ligação.
  • Não fale ao celular com o veículo em movimento.
  • Um motorista dirigindo a 50 km/h de velocidade, percorre 14 metros em um segundo. Tempo suficiente para uma tragédia, caso esteja distraído com o telefone.
  • Motoristas, nas vias públicas, sempre estacione em local adequado para atender ou fazer chamadas em celulares.

Seja um motorista consciente

Motorista consciente é motorista prudente.

  • Não entregar a direção do veículo à pessoas sem habilitação ou à menores.
  • Nunca conduzir os veículos com velocidade acima da permitida.
  • Manter distância de segurança do veículo da frente.
  • Aumentar os cuidados quando estiver transitando próximo à escolas ou em ruas residenciais
  • Usar adequadamente as vias, respeitando o espaço de pedestre e do ciclista.
  • Nunca dirigir sob efeito de alimentos pesados, bebidas alcoólicas ou outras substâncias tóxicas. · Respeitar os pedestres e outros usuários da via.
  • Dar preferência ao pedestre, quando ele já tiver dado início à travessia da via.
  • Usar a seta ou braço para indicar as manobras de conversão ou ultrapassagem, mudanças de faixas e entrada e saída de garagens
  • Usar sempre o cinto de segurança.
  • Verificar sempre as condições de veículo, realizando a manutenção necessária.
  • Obedecer rigorosamente à sinalização de trânsito.

Pedestre: atravesse com segurança.

Ao atravessar vias públicas, tendo ou não faixa de pedestre, fique vivo e siga as orientações do DER/AL.

  • Atravessar sempre na faixa de pedestre.
  • Antes de iniciar a travessia, olhar em todas as direções e permanecer atento ao movimento dos carros até chegar ao outro lado da rua.
  • Atravessar a rua sempre em linha reta e evitar atravessar em curvas e lombadas, onde a visibilidade não é boa para os motoristas e nem para os pedestres.
  • Nunca passar pelos espaços entre os carros estacionados, quando for atravessar a pista, para não dificultar a visão dos motoristas.
  • As passarelas e as passagens subterrâneas, quando existirem, devem ser utilizadas sempre, devido à segurança que proporcionam.
  • Nas estradas, se existir acostamento, o pedestre é obrigado a utilizá-lo; se não existir, deverá caminhar o mais distante possível da pista e , se estiver em companhia de outras pessoas, caminhar em fila única.
  • Com criança, segurar sempre em seu pulso ao atravessar a rua.
  • Ao descer do ônibus, esperar que o veículo se afaste e aguardar o momento seguro para atravessar.
  • Andar na calçada, sempre afastado da pista e longe dos carros em movimento; onde não houver calçada, caminhar em sentido contrário ao dos veículos.
  • Respeitar a sinalização e, sempre que necessário, procurar a ajuda do guarda de trânsito.

O fogo queima a vida

Evite as queimadas. Recomendações para plantar sem queimar:

  • As queimadas ressecam o solo e acabam provocando o surgimento da erosão, que enche de terra os rios e os lagos. O resultado é que muitos cursos d’água chegam a desaparecer.
  • As queimadas provocam a destruição da cobertura vegetal, que amortece a força da chuva através das árvores. Devido a isso, a água carrega a terra fértil para os rios e abre buracos no solo.
  • As queimadas provocam perda de produtividade do solo. Ano a ano, as lavouras passam a produzir menos e as pastagens ficam mais fracas. Quando se queima para plantar, a primeira safra é boa. A partir da segunda, os problemas começam a aparecer.
  • As queimadas provocam maiores despesas para o produtor, já que acaba com a composição do solo. Queimando, o solo passa a exigir grande quantidade de adubo.
  • As queimadas não permitem que a chuva entre no solo. Com isso, deixa de abastecer os lençóis subterrâneos de água, responsáveis pela alimentação de nascentes, rios, cisternas e poços.
  • As queimadas favorecem os ataques de pragas e doenças que causam muitos problemas às plantações.
  • As queimadas acabam com os insetos, as aves e os pequenos animais que fazem parte do ciclo da natureza. A temperatura do solo queimado chega até 650 graus centígrados. Não há vida que resista.

Para plantar, sem queimar, é fácil, basta seguir algumas regras:

  • Verificar se o solo é apropriado.
  • Depois, roçar os arbustos e derrubar as árvores pequenas e médias, preservando as árvores maiores. A seguir, picar as árvores derrubadas.
  • Aproveitar a madeira picada, para fazer construções diversas, como casa, cerca, paiol, etc. Com esses cuidados, a terra está pronta para plantar, com muito maior produtividade, por 20 anos ou mais.

Principais recomendações para a realização de queimadas:

  • Construir aceiro em torno da área a ser queimada, que deve ter, no mínimo, 03 (três) metros de largura ( essa largura deve ser duplicada nos casos de áreas florestais, de vegetação natural, de preservação permanente e das protegidas pelo Poder Público).
  • Providenciar pessoal treinado, com equipamentos apropriados, para atuar no local da queima, evitando que o fogo passe dos limites estabelecidos. E avisar aos vizinhos a data e a hora de realização da queima.

Segurança do ciclista

Dicas para um ciclista consciente:

  • Ao andar de bicicleta, vá sempre pela direita, próximo ao meio-fio ou acostamento quando não existir ciclovia e no mesmo sentido dos veículos.
  • Manter distância de segurança dos outros veículos.
  • Andar sempre em velocidade compatível com seu veículo.
  • Fazer conversão em lugares adequados.
  • Nunca andar na contramão e nunca agarrar a carroceria de um veículo em movimento.
  • Em um cruzamento, dar preferência para outro veículo que já estiver iniciando a manobra.
  • Respeitar os pedestres e outros usuários da via.
  • Quando em grupo, andar em fila única.
  • Sempre usar equipamentos de segurança como capacete e roupas claras durante a noite e em dias chuvosos para melhor identificação.
  • Equipar a bicicleta com faróis, luz branca dianteira e luz vermelha traseira.
  • Verificar sempre as condições dos freios e dos pneus da bicicleta.

Fique esperto, fique vivo

Antes de pegar no volante, coloque a mão na consciência.

  • Não beba antes de dirigir.
  • O álcool afeta a visão, o comportamento e os reflexos do motorista. O limite máximo permitido de álcool no sangue é de 0,6 g por litro de sangue.
  • Tenha sempre os seguintes equipamentos de segurança no carro: extintor de incêndio, triângulo e macaco.
  • Use sempre o cinto de segurança. Ele protege a sua vida, impedindo que seja atirado contra o vidro e sofrendo grandes impactos.
  • Obedeça rigorosamente à sinalização de trânsito.
  • As crianças só devem andar no banco traseiro, com cinto de segurança.
  • Nunca dirija com crianças no colo e não deixe que coloquem mãos, braços e cabeças para fora do carro.
  • Nunca ultrapasse pela direita e mantenha distância dos outros veículos.
  • Faça revisões rotineiras. Os veículos desregulados podem provocar: excesso de fumaça preta e fuligem, aumento do consumo de combustível e desgaste do motor, dificuldade de visibilidade nas estradas e danos à saúde e ao meio ambiente.

 

Fonte: http://www.der.al.gov.br/

 

 


 

 Álcool X Direção

 

 

Conduzir sob efeito de bebida alcoólica, conforme a LEGISLAÇÃO em vigor, é um ato criminoso. Apesar disso, mais de 50% dos acidentes de trânsito, no Brasil, envolvem alguém alcoolizado.

Os dois maiores perigos do álcool são:

  • A maioria das pessoas alcoolizadas “acredita” que está bem, com reflexos e reações normais. Isso ocorre devido à sensação inicial de leveza e bem estar que o álcool proporciona.
  • O álcool induz as pessoas a fazerem coisas que normalmente não fariam, seja por excesso de confiança, ou pela perda da noção de perigo e respeito à vida.

 

Os principais efeitos do álcool no organismo são:

  • Diminuição da coordenação motora.
  • Visão distorcida, dupla e fora de foco.
  • Raciocínio e reações lentas.
  • Falta de concentração.
  • Diminuição ou perda do espírito crítico.
  • Baixa qualidade de julgamento.

 

Principais comportamentos nocivos no trânsito, provocados pela ingestão de bebidas alcoólicas: excesso de velocidade, manobras arriscadas, avaliação incorreta de distâncias, erros visuais, com desvios de direção, erros por reações fora de tempo, atrasadas, perda do controle da situação.

O bafômetro é um aparelho que mede a dosagem de álcool contida no ar expelido pelo condutor. Segundo o CTB, se a concentração for maior que 6 decigramas por litro de sangue, o indivíduo está alcoolizado e, portanto, impedido de dirigir. A partir de fevereiro de 2006, a lei 11.275, autoriza policiais a autuar motoristas flagrados dirigindo sob influência de álcool baseado apenas em sinais de embriaguez.

 


 

 

 

Cansaço mata - Dicas para evitar o sono na direção

 

 

 

Detectamos que o cansaço é inimigo invisível dos motoristas brasileiros, causando provavelmente 20% dos acidentes e mais de 30% das 24.000 mortes que ocorrem todos os anos nas rodovias brasileiras. Cansaço mata O motorista cansado demora mais a identificar uma situação de risco e reagir. Em muitos casos, quando dorme ao volante, sequer reage. São comuns os acidentes sem marca de frenagem. As conseqüências são dramáticas, pois quanto maior a velocidade maior o risco de vítimas fatais. Na Austrália estudo das autoridades de trânsito comprovou que o cansaço dos motoristas era responsável por 16% dos acidentes e por 30% das vítimas fatais. Na França, estudo finalizado em 2004, depois de 4 anos de investigação, identificou que os acidentes por cansaço representam 15% do total e 34% dos acidentes fatais ocorridos nas auto-estradas. O que estimulou a Associação de Concessionárias de Rodovias da França a realizar campanha de conscientização dos motoristas que teve início no mês de novembro de 2005. Há seis anos que o Departamento de Transportes do Reino Unido está realizando a campanha "o cansaço mata". No Reino Unido, os acidentes ocorridos em rodovias com motoristas cansados representam 20% do total e provocam 50% a mais vítimas fatais que a média dos outros motivos. Nos EUA, em agosto de 2003, o estado de New Jersey foi o primeiro a considerar crime o acidente provocado por motorista cansado, que está sujeito, no caso de vítimas, a pena de 10 anos detenção. Está em fase final na Câmara dos Deputados e no Senado americano a aprovação da liberação US$ 30 milhões para o NHTSA, órgão responsável pela segurança nas estradas para estudar os acidentes causados por cansaço e desenvolver um cronograma de ações para reduzir esses acidentes. Estima-se que, somente nos EUA, ocorrem 100.000 acidentes por ano com motoristas cansados. Numa pesquisa realizada em 2004 com 2.239 policiais americanos e canadenses, 88% reconheceram que abordaram motoristas que supunham estarem alcoolizados. Concluído o processo, apuraram que, na verdade, esses condutores estavam dirigindo cansados. Portanto, não deixe que esse inimigo coloque em risco sua vida, a de seus familiares ou de terceiros. Na hora de pegar a estrada, a trabalho ou passeio, siga algumas dicas que são recomendações valiosas e que foram selecionadas por especialistas brasileiros e extraídas das campanhas bem sucedidas em todo o mundo. Observá-las e aplicá-las vai ajudá-lo a combater esse inimigo da vida e amigo da morte: O CANSAÇO NA DIREÇÃO 10 Dicas para combater esse inimigo:

 

 

  1. Antes de viajar procure dormir bem
  2. Nunca viaje cansado
  3. Evite dirigir mais que 8 horas por dia
  4. Planeje a viagem para evitar dirigir a noite
  5. Descanse 15 minutos a cada 2 horas de direção
  6. Em viagem prefira alimentos leves
  7. Evite viajar sozinho
  8. Reveze com outro motorista a condução do veículo
  9. Pare sempre que sentir cansaço e durma se puder
  10. Não beba nem tome remédios que afetem os sentidos